domingo, 10 de junho de 2007

Meu Perfil

Já havia postado no Bagatelas mas resolvi colocar aqui também.
Vou reescrever do jeitinho que tava lá, mas com foto, do Parque da Cidade, aliás:



Escrevi há um tempo para meu perfil no orkut. Um perfil meu sobre mim.

Aline gosta de música. Boa música. Gosta de cantar, e dançar e pular. E gosta de fazer sorrir. Ela ri sem graça. Gargalha. Tem vergonha. Chora de rir. Ama esmalte escuro mas rói as unhas. Ama ler. E tem preguiça. Até de comer (que também ama). Ama também a madrugada , seu silêncio. E seus barulhos secretos e discretos. Conversa e brinca com crianças. E as observa. Adora o universo dos pequenos, mas detesta ser chamada de infantil. Porque no fundo sabe que é. ("Mas só um pouquinho, né?") Fala tudo no diminutivo, mas isso sai naturalmente, e quer evitar. Pensa, pensa, nossa(!), pensa muito. Mas é sempre o coração que resolve, toma a liderança. Porque ela se deixa mandar. Nem que seja por si mesma. Ou por outras "ela mesma" que inventa. E inventa muitas, que se assusta quando escapam do seu comando. Odeia quando as situações escapam de seu controle. Planeja, faz listas e idealiza tim-tim por tim-tim. Então quebra a cara. Não só por isso. Mas também quando fala demais, e depois se arrepende, mas depois não dá mais. Chora. Muito. Com filme, com música, com palavras ou gritos de alguém. De feliz, de triste, de sentir-se só. Tantas vezes. E procura O colo. Nem sempre tem. E chora baixinho, encolhido,discreto. E sozinha chora alto. Às vezes chora e olha no espelho. Gosta de admirar, a ela e ao mundo. Observa, analisa, julga (com isso também quer parar). De tanto analisar, encontra defeitos. Em si e nos outros. E o mundo desaba: "Eu não sou perfeita?(!)". E deságua: "Por quê fez isso comigo?". Se decepciona porque acha que deveriam todos ser como ela. Se comportar da maneira que ELA julga ser correta. É às vezes egoísta - um dia deixará de ser? - mas tem bom coração. Gosta de ajudar, carinhar, felizar! Só não é muito boa para escutar (gostaria de melhorar). Dá mais do que recebe. Quase sempre. Não liga, até gosta. Mas já achou ruim. Fala "eu acho que" quando tem certeza e "pode ser" para dizer sim. Pensa em ousar.Em tudo. Na vida. Mas não consegue. Algumas vezes experimenta mas não prossegue. Não dá. Essa máscara não é a sua. Mas qual será? Queria ser cantora, uma grande escritora. Ter coluna semanal. E nunca está onde gostaria de estar. (Até que ultimamente isso anda diferente. Por quê será?).
07/01/07

Mas acabei achando muito "livro aberto" e tirei. Mas aqui o acesso é quase nulo. Posso arriscar. E isso é ótimo! E como disse Evinha,se a vida é mesmo uma montanha russa, o jeito e segurar bem forte e gritar!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Boa noite feliz! Que assim seja. :)



FIM...
Há,tinham dois comentários carinhosos que também transcrevo aqui:

gostava muito desse seu perfil! =) bejins...
Maria Flor! =p 23-04-07 00:26

O que fazer com você, Claricinha? Chorei agora, não queria, culpa sua! Fica esparramando essas bonitezas, assim, sem mais, sem placa de sinalização, sem telegrama de aviso? Só pra gente chorar em cima do teclado e o R virar P no borrado da vista?
Evelyn 23-04-07 02:56


Agora é fim mesmo.
E a noite hoje foi feliz!
=)

2 comentários:

FGFigueira disse...

vc escreve sempre tão bem escrito ou foi cagada ?

GiGi, GIGIK, Gi, MARIA FLOR, Dissílaba aguda...Ah...quase esqueço: GISELLE =) disse...

hahaha...felipe é uma figura!
=)

FELIPE, não foi cagada não! É sempre assim mesmo...

Ah, pra quem não sabe: MARIA FLOR SOU EU! rsrs..

Aliás, tava pra te dizer isso, aline: eu sempre fico na dúvida de como assinar bilhetes, scraps, coments, cartas, enfim...tudo ou qualquer coisa que eu vá escrever pra vc! Por isso hj vou colocar todos os possíveis!

hahaha...

bejins

Arquivo do blog