terça-feira, 21 de outubro de 2008

Despedida

Como tirar os beijos dos lábios meus assim sem mais?

(língua, pele, gattai, morango, notas musicais)


Tantas culpas, tantos medos, e os lençóis...

tantos risos, e olhares sem palavras.

infinito.

astrais.


Apenas uma noite,

suficiente pra não esquecer.

apenas uma lágrima,

escondida,

pra você não ver.


A toalha ainda estava, na esperança da volta

de nunca mais.

Nunca mais?


Serpentinas colorias

pela rua

que agora a chuva molha.


7 comentários:

Jonas disse...

Lindo...

Saudades de vc...."alguma coisa acontece em TEU coração? QUe só quando cruza a Ipiranga e a avenida são joão..." Ou é poesia pura mesmo?

Oui..tá..parece com CCBB..

Festinha dia 31..vamos?

Bjocas

Ju Bessa disse...

Lindo, Aline!
Fiz uma música sobre a chuva tb! Qualquer dia me pede pra eu mostrar...
Beijinhos

Roberta Profice disse...

Seja poesia ou verdade, é lindo...O não voltar, o 'nunca mais" dói, porém envolve alguma coisa mágica que acaba tornando-o belo...Coisas docoração quando decide não entrar em acordo com a razão, sabe que essa é sempre a aprte que eu mais gosto?
Ah...E eu gosto de você, sabia?!...Muito!
Beijos verde-limão!
Laranja*

Rafael Rodriguez disse...

Lindo!

Escreva mais!!!

Beijão.

Liège disse...

Lindo! Já adicionei seu blog aos meus favoritos.
Bons estudos para vocês! Certamente, renderão belos frutos.
Beijos.

Aline Fanju disse...

Dói, né?
mas, é bonito de ler...
beijinho

Secco disse...

hum.. alguma coisa acontece em seu corazon.... =p

tá, todo mundo escreve bonito aqui pra vc, menos eu..rs

Arquivo do blog