quinta-feira, 25 de dezembro de 2008


"Quizá nosotros somos las palabras que cuentan lo que somos."






eduardo galeano, "el libro de los abrazos"


4 comentários:

Vavá disse...

Oi Aline!

Nunca fui à Lumiar, mas dizem que é um lugar lindo, cheio de cachoeiras... super tranquilo...
Vou ficar num lugar legal... ai anima né? rss
dependendo de onde vcs vão ficar lá... pode ser bom sim!!

adoro Eduardo Galeano...;)
bjoca

Mamello disse...

Então, creio que este seja o que você usa mais. :)

Estamos empatados, pois eu também adorei teu comentário.

Concordo contigo em gênero, número e grau acerca da frase que você mencionou de autoria desconhecida (eu também não me recordo quem a escreveu - no mínimo foi o tal anônimo que tanto escreve pelo mundo).
Uma vez li que "Viver é tudo aquilo que acontece enquanto você sonha", creio eu que o tal sonho realizado é o clímax da vida.

Escrever é muito mais envolvente quando conseguimos colocar o que sentimos, bem ali.

Um beijo pra ti.

Rafael Rodriguez disse...

Comer tapoioca pode ser um desdobramento do tópico "curtir a família e os amigos".
...risos...

Colocaria comer pé-de-moleque daquele senhor da praça, pena que ele adoeceu (há um tempão)... Aquele doce me faz falta.

Lilows disse...

é a frase pode ser aplicada sim.
Ahh pode invadir quando quiser,rsrs

Adoro Eduardo Galeano...escreve muito. =]

Beijos

Arquivo do blog