quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Quadrinhas do Amor Carioquês

(sem alinhamento cronológico ou de importância, para ler na ordem que lhe convém.)

Menina do Grajaú                                                            Se não cuidas
meu sonho                                                                      da mulher da Tijuca
é teu corpo nu.                                                                ela te fode a cuca.

Terra de deusas,                                                             As meninas de Ipanema
Niterói,                                                                            e suas mansões
eu lembro e dói.                                                              de mim não têm pena.

Na Lapa                                                                          Boa moça, boa filha,
a vizinha                                                                          não se engane,
e seu porte de rainha.                                                     ela é da Ilha.

Como ama,                                                                      Se você é mulherengo
como geme,                                                                     terás sorte
a menina do Leme.                                                          no Flamengo.

Brincando com fogo,                                                       No Leblon
com ela ardo                                                                   em cada esquina
em Botafogo.                                                                   uma Carlota Joaquina.

Toda uma tarde                                                               Pego o violão
em Vila da Penha,                                                           e vou pra Urca,
vai, não vou, fico, venha.                                                 boa mulher, boa música.

Cachaça no Centro                                                          Beijo gostoso
a loira e o beco                                                                que dá saudade
lá dentro.                                                                         é da morena de Piedade.

A jovem de Nilópolis,                                                      Vale por duas
é flor que se cura                                                             mas é só uma
com mel e própolis.                                                         minha amante de Inhaúma.







publicado originalmente no site TremaLiteratura: 
http://www.tremaliteratura.com/2011/06/quadrinhas-do-amor-carioques.html

2 comentários:

Yan disse...

Adorei, só faltou uma homenagem aos amores do meu bairro. Que tal algo assim?

Mulatas e Loiras que cairam do céu,
só mesmo nos ventos de Noel,
da minha querida Vila Isabel.

Aline Miranda disse...

Que ótimo!

Arquivo do blog