domingo, 25 de março de 2012

Com leoninos

(para ler durante a introdução de)

Leoninos e suas bagunças,
suas calças espalhadas,
meias na mesa, toalhas em cadeiras.

Leoninos e suas jubas eriçadas
charme desleixo.

Cato lápis pela casa, chaves, pilhas, sacolas, cds
es-pa-lha-dos.

Espalham-se em mim
cama, banho, corpo e alma.
Confusão na ordem minha
caos no espelho
sossego.



5 comentários:

Caroline Tavares disse...

Adoro leoninos.

Aline Araújo disse...

me fez lembrar de alguns bem desse jeito.

Tento disse...

Sou leonina e sei que nao somos exemplos de organizacao embora gostemos de tudo no lugar, podemos sermos mal compreendidos mas o que acontece e que nossa estranha mania de perfeicao nos afasta certas vezes das pessoas que mais amamos embora choremos profundamente a cada vez em que isso acontece,ainda assim temos algo que nos diferencia de muitos outros do zodiaco quando erramos feio sabemos reconhecer tal erro e quando a noite nao conseguimos dormir com a conciencia pesada, nao vemos a hora de ver o sol rasgar a noite para que correndo cheguemos ate a pessoa da qual partimos o coracao e diga: PER-DAO!

Aline Miranda disse...

Percebi que os leoninos são mesmo seres muito amados, eu mesma já tive e tenho muitos leões importantes na vida. Acho que gosto de estar cercada de suas garras e jubas que protegem :)

Tento disse...

Que lindo, nos definiu tao bem. E como protegem, mas na maioria das vezes nao nos protegemos e por isso, sofremos... sofremos. :(

Arquivo do blog