sábado, 20 de outubro de 2012

diga trinta e três: vinte e três.

Vi a foto tua
a boca salivou
tive ganas de te engolir
assim, inteira,
lambendo a pele,
comendo nuca,
cabeça, olhos, nariz
(salto a boca. precavido)
pescoço, tatuagem.
mordo.
pra doer.
gritas, imagino.
peito.
peito.
peito.
perco-me.
tragas-me a cabeça.
retomo o ar.
sigo.
há muito o que devorar.
barriga.
sentes cócegas.
suas mãos me alcançam.
agarro-as com força.
sinto seus dedos entrelaçados
aos meus.
não posso resistir a tão boas mãos.
beijo-lhe os dedos, um, dois, todos,
palmas, farto-me.
te ouço em silêncio
e caio em pranto.
desperto.
eternidade em segundos
e descubro onde estou:
gosto da noite passada
na boca
e teu cheiro,
ainda o sinto,
em minhas mãos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Uau!

Arquivo do blog